Fale conosco

O impacto dos reajustes tarifários das distribuidoras no bolso dos consumidores

11 de janeiro de 2022

Categorias:

Você sabe quando as distribuidoras fazem o reajuste das tarifas de energia?

Toda distribuidora de energia tem uma data anual de aniversário e é neste momento que ocorre o reajuste tarifário. Este reajuste é diferente da revisão que ocorre, em média, a cada 4 anos. Ainda assim, na maioria das vezes o valor da tarifa aumenta – o que prejudica o bolso do consumidor.

Por que o reajuste tarifário acontece?

A tarifa de energia tem como objetivo arrecadar receita suficiente para cobrir custos operacionais, remunerar investimentos necessários para expandir a capacidade de distribuição e garantir o atendimento do cliente com qualidade. Os custos e investimentos repassados às tarifas são calculados pelo órgão regulador (ANEEL) e podem ser maiores ou menores do que os custos praticados pelas empresas de distribuição.

O reajuste tarifário anual é um dos mecanismos de atualização do valor da energia paga pelo consumidor, estipulado de acordo com fórmula prevista no contrato de concessão. A finalidade é reestabelecer o poder de compra de energia da concessionária, de forma que este valor seja justo para remunerar toda a cadeia do setor.

Resumindo, o reajuste tem como finalidade passar os custos não gerenciáveis e atualizar monetariamente os custos gerenciáveis das distribuidoras de energia.

E você sabe qual a data de aniversário da sua distribuidora? Preparamos um resumo com as datas de aniversário das principais distribuidoras de energia do Brasil. Confira a planilha online (clique aqui para acessar).

Para saber as datas de reajuste, revisão e outros processos tarifários de todas as distribuidoras do Brasil acesse o link.

O reajuste tarifário impacta diretamente na fatura de energia e nas contas da sua empresa. Foto: Unsplash

Como o reajuste tarifário impacta o consumidor e as empresas?

O consumidor cativo paga por:

  • Compra da energia (custos do gerador);
  • Transmissão (custos da transmissora);
  • Distribuição (serviços prestados pela distribuidora de energia);
  • Encargos setoriais e tributos.

Ou seja, todos os anos o valor da sua tarifa sempre vai sofrer reajustes.

Já o consumidor livre de energia tem a vantagem de continuar pagando a distribuidora de energia o valor da TUSD (Tarifa de Uso do Sistema de Distribuição), assim, terá reajustes em proporções menores.

Isso ocorre porque no mercado livre de energia os consumidores podem negociar a compra de energia com qualquer fornecedor e podem fazer contratos de longo prazo. Assim, o consumidor tem previsibilidade e pode gerenciar melhor os gastos com o insumo da energia elétrica.

Por isso, a 2W Energia oferece aos consumidores dois produtos de Economia Garantida, que com a migração para o mercado livre garantem um desconto em cima da fatura por até 15 anos.

Além do desconto, nossas soluções também oferecem acesso à energia renovável, telemetria, gestão do consumo e uma equipe de especialistas que apoia você e sua empresa em todos os processos.

Entre em contato conosco para fazermos uma análise de viabilidade gratuita e entender as suas vantagens no mercado livre de energia, sofrendo menos impactos dos reajustes tarifários.

Joiris Manoela, fundadora do Canal Energês