Fale conosco

Energia Livre: migrando para o Mercado Livre de Energia

22 de janeiro de 2021

Apesar do Mercado Livre de Energia ser uma ótima oportunidade de economia e sustentabilidadeinfelizmente, ele ainda não é aberto para todo mundo. Atualmente, apenas os grandes consumidores conseguem migrar para o Ambiente de Contratação Livre (ACL). 

O que eu preciso ter para migrar para o mercado livre de energia?

Antes de abordar como a Plataforma Energia Livre pode te ajudar, é preciso entender quem pode migrar para o Mercado Livre de EnergiaBasicamente, você precisa ter uma demanda mínima de 500 kW, o que dá em torno de R$ 40.000 por mês. No ACL, existem duas classificações de consumidores:  

Consumidor Especial

Esta é a primeira categoria, são os consumidores com demanda entre 500 kW e 1.499 kW 

Aqui, há uma restrição: as unidades consumidoras desta classificação só podem comprar energia de fontes incentivadas, ou seja, produzidas por usinas eólicas, solares, térmicas a biomassa e Pequenas Centrais Hidrelétricas. 

Consumidor Livre

Já nesta categoria, são as empresas que têm demanda a partir de 1.500 kWelas são livres para escolher o tipo de energia que deseja comprar, podendo ser de fontes incentivadas ou convencionais.  

 Abertura do Mercado Livre de Energia?

Desde 2018, o Ministério de Minas e Energia (MME), vem trabalhando na abertura do Mercado Livre de energia. Naquele ano, no dia 29 de Dezembro, foi publicado a portaria Nº 514/2018, informando que, a partir de 1° de Julho de 2019, os consumidores com carga igual ou superior a 2.500 kW, atendidos em qualquer tensão, entrariam na categoria de consumidor livre.  

Além disso, a portaria informava uma redução para o ano de 2020, abaixando o valor para 2.000 kW.  

Já em 2019, com a portaria 465/2019, a partir de janeiro de 2021, todo consumidor com demanda de energia igual ou superior a 1.500 kW poderá ser caracterizado como livre.  De acordo com a portaria, a tendência para os próximos anos é flexibilizar ainda mais os critérios para se tornar um consumidor livre: 

  • 1º de janeiro de 2022: a partir dessa data, os consumidores com carga igual ou superior a 1.000 kW, poderão comprar energia elétrica de qualquer concessionário, permissionário ou autorizado de energia elétrica do Sistema Interligado Nacional. 
  • 1º de janeiro de 2023: a partir dessa data, os consumidores com carga igual ou superior a 500 kW, poderão comprar energia elétrica de qualquer concessionário, permissionário ou autorizado de energia elétrica do Sistema Interligado Nacional.

Outra política que vem sendo trabalhada, desde 2016, é Projeto de Lei do Senado n° 232/2016, que tem como objetivo aproximar o mercado de energia brasileiro a modelos mais modernos já utilizados em outros países.  

Em Março do ano passado, o PLS 232 foi aprovado pela Comissão de Infraestrutura e, atualmente, segue avançando no legislativo. O projeto propõe a abertura do Mercado Livre de Energia para todos os consumidores (de qualquer tensão). Mas é claro, caso aprovado pela Câmara do Deputados, essa abertura será feita gradualmente: em até 42 meses após aprovação da lei, todos os brasileiros poderão se tornar um consumidor livre. 

Como a 2W Energia pode ajudar na migração

Aqui na 2W, além de contar com uma equipe de especialistas do setor, desenvolvemos a Plataforma Energia Livre, um canal que agiliza e facilita o processo de migração para o Mercado Livre de Energia. 

Mas como a Plataforma Energia Livre funciona? 

Para migrar para o Mercado Livre de Energia, é muito simples! O primeiro passo é se cadastrar na plataforma e preencher os campos com as informações solicitadas. Com essa etapa finalizada, o sistema gerará 3 planos com descontos e períodos contratuais diferentes, basta escolher o que melhor te atende e pronto. Um dos nossos especialistas entrará em contato com você para seguir com a migração. 

No vídeo abaixo, o Head de Inovação, Danilo Leite, explica, nos mínimos detalhes, o passo a passo do Energia Livre. 

Benefícios da Plataforma Energia Livre

O objetivo dessa plataforma é te ajudar no seu processo de migração, mas, além de mudar para o Mercado Livre de Energia, você conta com alguns benefícios: 

  • Descontos garantido: ao migrar pelo Energia Livre você garante descontos de até 30% por 3, 5 ou 10 anos; 
  • Dashboard: na plataforma você tem acesso a um dashboard com todas as informações do processo e, após a migração, você faz a gestão em tempo real do seu consumo; 
  • Taxa de Contratação: pela Plataforma Energia Livre, você não paga custo de contratação; 
  • Taxa de Adesão à CCEEo Energia Livre cobre o custo de adesão da CCEE; 
  • Custos com adequação do sistema de medição e faturamento: você também fica isento desses gastos, a Energia Livre também arca com esse valor. 

Ficou interessado? Quer conhecer mais sobre a Plataforma Energia Livre? Então, entre em contato pelo e-mail: energialivre@2wenergia!  

Para ficar por dentro do que acontece no setor de energia e na 2W, siga nossas redes sociais: FacebookInstagramLinkedinPodcast Twitter 

2W Energia