Fale conosco

2W Weekly: as principais variações do mercado – 30 de Novembro

30 de novembro de 2020

Categorias:

Fique por dentro das principais alterações no mercado de energia com o nosso Diretor de Trading, Artur Teixeira, e nossa Head de Middle Office, Clarissa Freitas, que trazem para você uma análise completa da semana operativa. Confira abaixo: 

Preço de Liquidação das Diferenças (PLD)

Nesta primeira semana operativa de dezembro de 2020 (28/11/2020 a 04/12/2020), o PLD fechou em R$ 559,75/MWh em todos os submercados, atingindo o limite máximo estrutural. 

A expectativa do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) de Energia Natural Afluente (ENA) para o mês de dezembro é de 47% da MTL no subsistema Sudeste, 64% da MTL no subsistema Sul, 62% da MTL no subsistema Nordeste e 80% da MTL no subsistema Norte. 

A estimativa realizada pela 2W Energia com modelos hidrológicos do tipo Chuva X Vazão apresenta uma maior recuperação hidrológica. Para o subsistema Sudeste, as previsões compõem um intervalo de 70% a 105% da MLT, centrado em 85%. O subsistema Sul fica entre 60% e 185% da MLT, centrado em 105%. 

A Energia Armazenada inicial é de 18,8%/18,9%/52,1%28,8% nos subsistemas Sudeste, Sul Nordeste e Norte, respectivamente. 

Diferenças entre cenários:  27/11/ e 30/11

Precipitação do fim de semana

Durante o fim de semana, havia uma expectativa de precipitação sobre a região Sul do Brasil, com atuação sobre as bacias do rio Jacuí, Uruguai, Iguaçu, e uma pequena parte do Paranapanema. A realização ficou bem aderente à previsão de sexta-feira feita pelo modelo GFS (principalmente o ensemble), embora acima da previsão realizada pelo ECMWF. 

Precipitação para os próximos 15 dias

Os modelos meteorológicos no simulam chuva na região Sul para os próximos 5 dias, seguidos de um maior alinhamento dos volumes sobre a região Sudeste, com um bom potencial de impacto hidrológico, principalmente a partir do dia 06/12. 

A previsão atual apresentou um aumento nos volumes para as bacias do Sudeste, quando comparada com a previsão realizada no dia 27/11. Em alguns modelos, esse aumento do Sudeste vem associado a uma diminuição das chuvas na região Sul. 

Na rodada de hoje, há um alinhamento entre os modelos GFS e ECMWF (controles e ensembles), simulando um padrão parecido para os próximos 15 dias, fator que pode atribuir mais confiabilidade às previsões atuais.  

 Interpretações do mercado 

A abertura no dia 30/11 foi marcada por alta volatilidade e pressão vendedora. Dezembro de 2020 já é negociado a @380, queda de 17% em relação ao fechamento de sexta, fazendo com que toda a curva opere em queda expressiva, principalmente Janeiro de 2021 (@255-260), Q1/21 (@210-215) e Q2/21 @140/145. A curva longa também segue o mesmo vetor, porém com movimentos mais brandos – 2 sem/21 @195/200, e ano 2022 @185/187.  

O principal motivo para a queda foi que o mercado agora passou a acreditar nas chuvas – até semana passada, os agentes seguiam céticos com os mapas climatológicos pelo histórico recente ter sido de muitas frustrações.  

Como exposto anteriormente, o fato dos eventos agora estarem colocando boa expectativas para período mais próximo, de até 10 dias, e os modelos terem se alinhado, fez com que os agentes saíssem de posições compradas na abertura de hoje, provocando esse brusco movimento.  

Vale frisar também que hoje temos o anúncio do PEN 2021, que dita a carga utilizada nos modelos de precificação por um horizonte de 5 anos, começando em Janeiro de 2021, o que pode causar volatilidade. As expectativas giram em torno de uma revisão de 2 gigas pra cima em toda a curva. 

É sempre bom lembrar – todo esse movimento de hoje está baseado em expectativas climatologias. Precisamos ver ainda a realização dessas chuvas para ter uma confirmação mais objetiva de que a situação do SIN irá melhorar, sem contar a necessidade de reposição dos reservatórios.  

2W Energia – Artur Teixeira e Clarissa Freitas. 

2W Energia