Fale conosco

2W Weekly | 26 de abril

26 de abril de 2021

Preço de Liquidação das Diferenças (PLD)

Na quarta semana operativa de abril de 2021 (17/04/2021 a 23/04/2021), a média semanal do PLD fechou em R$ 108,77/MWh, R$ 115,38/MWh, R$ 66,47/MWh, R$ 49,77/MWh, para os submercados Sudeste, Sul, Nordeste e Norte respectivamente.

A variação em relação ao preço médio da função de custo futuro do modelo do DECOMP foi de -R$ 1,70/MWh, R$ 4,91/MWh, -R$ 28,63/MWh, R$ 0,00/MWh, para os submercados Sudeste, Sul, Nordeste e Norte respectivamente.

Para a quinta semana operativa de abril de 2021 (24/04/2021 a 30/04/2021), a função de custo futuro do modelo DECOMP indica um preço de R$ 150,01/MWh, R$ 150,01/MWh, R$ 139,56/MWh, R$ 139,56/MWh, para os submercados Sudeste, Sul, Nordeste e Norte respectivamente.

A expectativa atual do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) de Energia Natural Afluente (ENA) para o mês de abril é de 63% da MTL no subsistema Sudeste, 34% da MTL no subsistema Sul, 35% da MTL no subsistema Nordeste e 82% da MTL no subsistema Norte.

A estimativa realizada hoje pela 2W Energia para o mês de abril, com modelos hidrológicos do tipo Chuva X Vazão, apresenta uma previsão fechada em de 63% da MLT para o subsistema Sudeste e 34% para o subsistema Sul.

A Energia Armazenada inicial em 23/04/2021 é de 35,0%/ 57,7%/ 67,6%/ 81,2% nos subsistemas Sudeste, Sul, Nordeste e Norte, respectivamente.

Cenário atual e diferenças em relação à semana passada:

Precipitação realizada

No fim de semana, tivemos precipitação realizada sobre as bacias do Xingu e Madeira, além de pontos mais isolados nas bacias do Tocantins e São Francisco. No sul do Rio Grande do Sul, a passagem de um sistema deixou volumes fracos, sem muita relevância.

Precipitação para os próximos 15 dias

A previsão de hoje para os próximos 15 dias apresentou uma redução nos volumes de chuva das bacias do Sul e sul do Sudeste, quando comparada com a rodada da últimas sexta-feira.
A previsão atual simula um cenário sem chuvas relevantes sobre o Sul e Sudeste até dia 03/05, enquanto a região Norte apresenta bons volumes de chuva sobre a bacia do Xingu e parte do Tocantins nesse intervalo.

Entre os dias 03/05 e 11/05, os modelos simulam o avanço de dois sistemas frontais na região Sul do Brasil, enquanto uma alta pressão em níveis médios atua sobre o Sudeste. O locacional dos sistemas e da alta pressão na previsão atual estabelece um padrão de chuvas mais concentradas sobre o Rio Grande do Sul, impedindo os maiores volumes de chegarem nas bacias do Uruguai e Iguaçu.

Interpretações do mercado

Iniciamos semana passada com brusca alta na segunda feira e posterior arrefecimento das pressões sobre os preços, principalmente pelo mercado ter começado a descartar a probabilidade de mudança nas vazões mínimas na precificação do jun/21.

Por conta de atrasos no início dos testes com as defluências mais baixas, é muito difícil que dê tempo para um anúncio sobre P. Primavera e Jupiá no PMO dessa semana, que ocorre quinta e sexta feira.

Na abertura hoje temos mai/21 @198, jun/21 @288, jul/21 @367, Q3/21 @ 380 e Q4/21 325. O longo também segue estressado, com 2022 @235 e 2023 @187.

Acreditamos que enquanto não tivermos uma melhora significativa nos mapas de clima – o que não costuma ocorrer nessa época do ano – os preços devem se manter em tendência de alta, principalmente no produto Q3.

Já o Q4 e o 2022, por serem após o início do período úmido, perdem força de alta nos níveis atuais. Em paralelo, não há vetor de queda, então o que costuma acontecer é a queda na liquidez. Poucas apostas estão sendo feitas nesses produtos, por hora.

Um fator que pode gerar um alívio também nesse PMO é a atualização da geração de pequenas usinas, que acreditamos ser um vetor para baixo, porém leve. Muita coisa no âmbito regulatório será anunciada nesse PMO, fazendo deste um evento excepcionalmente volátil.

2W Energia – Artur Teixeira e Clarissa Freitas.

Artur Teixeira e Clarissa Freitas