Fale conosco

2W Weekly: as principais variações do mercado – 01 de Fevereiro

1 de fevereiro de 2021

Fique por dentro das principais variações no mercado de energia com o nosso Diretor de Trading, Artur Teixeira, e nossa Head de Middle Office, Clarissa Freitas, que trazem para você uma análise completa da semana operativa. Confira abaixo:  

Preço de Liquidação das Diferenças (PLD)

Na quinta semana operativa de janeiro de 2021 (23/01/2021 a 29/01/2021), a média semanal do PLD fechou em R$ 184,35/MWh para o submercado Sudeste, R$ 178,85/MWh para o submercado Sul, R$ 178,41/MWh para o submercado Nordeste e R$ 178,81/MWh para o submercado Norte, exibindo uma variação em relação ao preço médio da função de custo futuro do modelo do DECOMP de R$ +7,40/MWh para o submercado Sudeste, R$ +1,90/MWh para o submercado Sul, R$ +1,46/MWh para o submercado Nordeste e R$ +1,86/MWh para o submercado Norte.

Na primeira semana operativa de fevereiro de 2021 (30/01/2021 a 05/02/2021), a função de custo futuro do modelo DECOMP indica um preço médio R$ 152,72/MWh para os submercados Sudeste, Nordeste e Norte e R$ 152,18 /MWh para o submercado Sul.

A expectativa atual do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) de Energia Natural Afluente (ENA) para o mês de fevereiro é de 68% da MTL no subsistema Sudeste, 194% da MTL no subsistema Sul, 30% da MTL no subsistema Nordeste e 66% da MTL no subsistema Norte.

A estimativa realizada hoje pela 2W Energia para o mês de janeiro, com modelos hidrológicos do tipo Chuva X Vazão, apresenta para o subsistema Sudeste um intervalo de 64% a 93% da MLT, centrado em 75%. O subsistema Sul fica entre 152% e 265% da MLT, centrado em 179%.

A Energia Armazenada inicial em 29/01/2021 é de 23,0%/44,1%/52,0%/31,0% nos subsistemas Sudeste, Sul Nordeste e Norte, respectivamente.

Cenário atual e diferenças em relação ao final da semana passada:

Precipitação realizada

A previsão para o fim de semana era de precipitação alocada sobre os estados do Sul, consequente do avanço de um sistema frontal.

A realização ficou bem aderente à previsão feita pelo modelo GFS, que acertou o volume do evento, mas errou seu locacional, superestimando a chuva sobre a bacia do Uruguai, e subestimando para a bacia Incremental à UHE Itaipu.

O modelo ECMWF também superestimou a chuva sobre a bacia do Uruguai, mas subestimou sobre as bacias do Paranapanema, Iguaçu e Incremental à UHE Itaipu.

Precipitação para os próximos 15 dias

Para a semana atual, teremos o avanço de um novo sistema no dia 04/02, que avançará do Sul ao Sudeste, trazendo um retorno na precipitação para as bacias do Grande, Paranaíba, São Francisco, Tocantins e Xingu.

Na rodada de hoje, os modelos meteorológicos apresentam uma previsão bem alinhada, simulando uma flutuação de locacional em relação a semana passada: removeram água da região Sul e do baixo Sudeste, e acrescentaram no Alto Sudeste (Grande e Paranaíba).

Interpretações do mercado

Durante toda a semana passada, tivemos queda no fevereiro devido a forte realização de ENA no submercados sul, o que impacta bastante nos preços de curto prazo.

No médio e longo, expectativas ruins sobre as chuvas fizeram com que os preços fossem subindo vagarosamente, com mar@222 na sexta feira, e ano 2020 chegando ao patamar simbólico de 200 reais /mwh.

o principal tema de mercado foi sem dúvidas o embate entre o IBAMA e a Norte Energia, a respeito das vazões mínimas a serem observadas na usina hidrelétrica de Belo Monte.

No fechamento de sexta-feira, por falta de uma conclusão mais determinante sobre o tema, o Ibama apenas instruiu a Geradora a seguir com “hidrograma Ibama” na primeira semana de fevereiro, entre 01 e 07. Lembrando que esta alternativa provoca menos geração hidrelétrica e, por consequência, preços mais altos.

Entendemos que para o mês de março essa determinação não entrará na formação de preços de forma direta – o input do modelo Dessem não será alterado. Não obstante, o efeito indireto será sentido, via redução relativa nos níveis de armazenamento da região Sudeste. Seguimos na expectativa de como será a vazão para os próximos meses.

As previsões de chuvas para o Grande e Paranaíba melhoraram consideravelmente no fim de semana, causando queda nos preços de toda a curva na abertura de hoje.
Temos agora fev @173, Mar@190, abr@165 mai@166, jun@190 e 2sem @237. 2022 com baixa liquidez no mercado, negociado em torno de @200.

Por fim, essa semana acontece o mercado de curto prazo, o que costuma roubar um pouco a cena e ocasionar em menor volume no produtos do longo. O preço da I5 Jan/21 segue firme a PLD+76, e a convencional negocia a PLD careca, em todos os submercados.

2W Energia – Artur Teixeira e Clarissa Freitas.

2W Energia